terça-feira, 2 de agosto de 2011

Minhas saudações...

Aos homens e mulheres,

que se despiram das máscaras que vestimos para suportar a vida, e ousam dizer um não sempre renovado à imagem imposta pela mediocridade que os cerca e condena às sombras, o eu real - o eu mesmo -, feito de carne e osso, faminto de tesão e fantasia, talhado dentre as pedras que correm no leito da caminhada; águas de muitas margens e faces ocultas, machucadas pelas pedradas atiradas pela antepenúltima mentira. Escândalo, no reino da hipocrisia! Impertinência! Sem licenças ou imprimatur...

Aos que não se venderam por trinta moedas aos podres poderes, sabedores de suas tramas, sua lama e armadilhas; não mendigaram suas benesses e status, nem se prostraram diante do altar do vil metal;


Aos que tem a ousadia de extrair da longa caminhada a grande lição: conhecer é sentir bem lá dentro as agruras e também os beijos do estar aqui, saborear os iguais no apetite dos sonhos de mãos entrelaçadas e passos largos, ninados pelas causas que não conhecem a morte; 


Aos que atrevidamente decifram os códigos e rituais vigentes, grávidos de vazios e horizontes; que levantam os véus de sentidos que encobrem verdades não-ditas, que moldam o viver;


Aos que incessantemente buscam desvendar os segredos e interditos da ordem imposta, ainda que para virá-los ao avesso;

Aos que não se enquadram na moldura e, desnudos das fachadas pintadas de medo - clausura dos que temem voltar-se para a boca da caverna e sentir seu calor e clarão -, (re-)desenham formas e sentidos outros, aqueles que não sufocam o poeta, nem os corações em festa de alforria, ao romper a milésima algema e destronar as correntes que abortam o canto e o desabrochar da flor;

Enfim, aos que descobriram nas páginas da vida rios caudalosos de liberdade e o sentido da palavra por excelência: DIGNIDADE! E por isso mesmo, se fizeram resistência e ternura: Gente no calor das lutas!

Moisés Augusto Gonçalves, Postfacio in Horizontes da luta social - os sujeitos da política (2010)

14 comentários:

Paulo Francisco disse...

Muito bom mesmo!
Um abraço

Patrícia ♥ disse...

Tem selinho pra vc no meu Blog (:

Beijoos!!

http://pathyoliver.blogspot.com/2011/08/600-seguidores.html

Gisa disse...

Gente de verdade.
Um grande bj

LUCONI disse...

Meu amigo é tão difícil encontrarmos gente que é gente nesta jornada terrena,somos diferentes? Não sei, não posso me julgar melhor que ninguém, mas sei que a dignidade é a base de tudo, sei que amar ao próximo antes de tudo é respeitá-lo, mesmo que suas ideias não sejam iguais a nossa, entender que cada um tem um modo todo peculiar de ver a vida, e principalmente que ninguém está totalmente certo ou totalmente errado, ser gente é deitar na cama e estar com a consciência em paz, que de forma nenhuma causou mágoa em alguém. Querido quero te agradecer o carinho em meu blog, beijos Luconi

Guaraciaba Perides disse...

Um homem totalmente livre na sua onsciência... um ideal a ser seguido onde valores e "valores" pautam as atitudes, Um abraço

Drisph disse...

Obrigada por me seguir!
Adorei conhecer o seu espaço! De muito bom gosto, diga-se de passagem.
tenha um bom dia e... dia 10 está chegando; espero que seja contemplado entre os nossos dez livros no sorteio.
bjs

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Passando para deixar um beijo e desejar uma quarta-feira maravilhosa, cheia de amor e realizações.

Ani
http://cristalssp.blogspot.com

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Passando para deixar um beijo e desejar uma quarta-feira maravilhosa, cheia de amor e realizações.

Ani
http://cristalssp.blogspot.com

Moisés Augusto Gonçalves disse...

São muitas as máscaras que vestimos para suportar a vida...
Que elas não sufoquem o eu real...!

Nenzito (José Maria Gonçalves) disse...

Esta é uma reflexão de fundo.

Vais disse...

Saudações, Moisés,
se não tiver impedimentos, vou levar suas saudações para saudar este início de semestre, mas se tiver é só dar um toque
Grande abraço e tudo de bom

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Querida Vais,
Será uma honra ter meu texto publicado em seu belo blog...
Um abração!

rory disse...

lovely... :)

Márden Moreira de Carvalho disse...

Sem as máscaras que vestimos para suportar a vida. No ponto!