quarta-feira, 10 de agosto de 2016


2 comentários:

Ana Bailune disse...

Achei triste, não fazer coisas tão vitais!

artista sem pena disse...

No sofrimento frenetico os dias tambem passam...