terça-feira, 21 de junho de 2016


Um comentário:

artista sem pena disse...

Eis o consolo do observador...
Abraço!