sábado, 28 de dezembro de 2013

Tanta...

João Ripper
 
A minha loucura não cabe nos livros,
zomba solteira dos ids e egos;
Visita o Olimpo,
transita o nirvana;
Celebra entre lágrimas os naufrágios do amor.
A minha loucura é louca demais,
é insana;
Tem sabor de pão dormido,
é tanta...Tanta...Tanta...!

Moisés Augusto, in ruas vazias de gente

4 comentários:

Guaraciaba Perides disse...

Simplesmente humana!
Um abraço Moisés, um novo ano, de maravilhosas realizações, saúde ,paz e amor!

Nenzito (José Maria Gonçalves) disse...

E mexe muito com a gente...

Moisés Augusto Gonçalves disse...

É muita mesmo...e descortina horizontes maravilhosos. certamente, a lucidez da loucura...

Chelo disse...

Lo que medio entiendo me parece de una gran sensibilidad.
Feliz año.