sábado, 21 de dezembro de 2013

Fugaz...!

Não mais que uma palavra
e quase tudo se dissipa:
o vermelho escarlate das vaidades,
a tolice dos que se atolaram na mesmice,
a mecha rascunhada de preto no desenho do suicida.
De quebra,
o triunfo fugaz dos demagogos,
as promessas decantadas nos palanques,
a sordidez dos palácios e suas armadilhas,
o vazio do vazio que nada acrescenta
a não ser mais vazio...

O que fica?
A força da palavra suspensa sobre colunas de perguntas,
pronunciada sem parcimônias no dia das proibições,
persona non grata - de tão atrevida -,
seta certeira que atinge tendões de Aquiles
e flutua serena nas águas do mar que não se sabe morto.

Moisés Augusto Gonçalves, in Depois de muitas luas

4 comentários:

★MaRiBeL★ disse...

......../....... ¡¡¡Feliz Navidad!!!
......./______
....{`______`}
....././..o....o....
...(....(__O__)....)
...{.........u....`-“}
...{..................}
..../{..............}
.../....“..........“....
../_/......`“`....._
{__}###[]##{__}
.(_/__________)
.......|___|___|
...........|--|--|
........(__)`(__) ★MaRiBeL★

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Tudo de bom!

Nenzito (José Maria Gonçalves) disse...

Que possamos sentir a chuva...Sempre!

Guaraciaba Perides disse...

Paz e Amor compartilhados!
Um abraço