terça-feira, 6 de agosto de 2013

Fragmento XXII


A quatro mãos fecundo o poema. 
É preciso mais.
Circula sangue vermelho em minha veia poética.
Quebrei as molduras.
Sou da estirpe dos que pegam o mundo
com a esquerda
- punhos cerrados -, 
e o vestem de belezas futuras,
edifícios do amanhã, que não encontro, 
mas construo.

Moisés Augusto Gonçalves, in Fragmentos Impertinentes

12 comentários:

Nenzito (José Maria Gonçalves) disse...

Construção importante e ousada.

Lasse disse...

Hi, a fantastic capture !

Ritinha disse...

Olá!!! vim por curiosidade por aqui e resolvi ficar, curtir, conhecer bem melhor o seu cantinho, tão bem feito e pelo que vi até aqui, bem estruturado!
Adorei!
E que vem muito mais poemas, poesias escritas a quantas mãos forem necessárias para transmitir o amor, em versos e o que mais a inspiração mandar.
bjs
Ritinha

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Moisés! Passando para te cumprimentar e apreciar mais uma das tuas belas r profundas criações.

Abraços,

Furtado.

CHARO disse...

Preciosa imagen, se merece las letras que le has dedicado.Saludos

Evanir disse...

Procure curtir a viagem da vida,
observando cada arbusto, cada riacho,
beirais de estrada e
tons verdes de paisagem.
Preste atenção em cada ponto de parada,
e fique atento ao apito da partida.
E quando decidir descer na estação
onde a esperança lhe acenou,
não hesite.
Desembarque nela os seus sonhos.
De aquele abraço apertado nesse Dia Dos Pais ,
Que espera você na última estação .
Caso seu pai não esteja a sua espera
muitos pais estão a espera dos filhos.
De aquele abraço com um largo sorriso
o importante é saber , que nesse Domingo
esteja feliz seja como filha , filho
ou pai.
Um abraço e um beijo carinhoso.
Que seja eterna nossa amizade.
Caso gostar na postagem
deixei um mimo para você.
No Domingo Realizarei o sorteio do livro.
Evanir S Garcia.





Princess Xinni disse...

Hey you´ve a wonderful blog :)
Please check out mine!
And if you want we can follow each other here, via GFC and on Bloglovin?
Let me know!
xoxo

Moisés Augusto Gonçalves disse...

A presença de todas e todos em meus jardins de poesia faz desabrochar o mais profundo de mim...

★MaRiBeL★ disse...

____ (¯`(♥)´¯) _____(¯`(♥)´¯)
___¶¶ (_.^._)¶¶__¶_¶¶(_.^._)¶¶
_¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶__¶¶¶¶¶(¯`v´¯)¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶(¯`(♥)´¯)¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶(_.^._)¶¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶(¯`v´¯)¶¶¶¶¶
_¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶(¯`(♥)´¯)¶¶¶
___¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶(_.^._)¶¶
______¶¶¶¶¶¶(¯`v´¯)¶¶¶¶¶
________¶¶¶(¯`(♥)´¯)¶¶
___________¶(_.^._)¶
____________ ¶¶¶¶¶
_____________¶¶¶______·Feliz Semana·★MaRiBeL★·

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Nossos jardins tornam-se mais floridos com a presença de todos e todas...

Ian disse...

This is fantastic!

Carmen Morant Ferrando disse...

Muy lindo lo que escribes, es una pena que la buena gente no ande por mis alrededores...Besos