domingo, 21 de abril de 2013

Fragmento LXXI


Narciso : Caravaggio

Narciso afogou-se incontáveis vezes 
nos rios de minha lida cotidiana.
Nos cacos espelhados,
ressurgiu outras tantas,
vulcão ensimesmado nos outros.
Alter erguendo a morada dos homens
... e de tudo o que respira.

Moisés Augusto Gonçalves, in Fragmentos Impertinentes

7 comentários:

Nenzito (José Maria Gonçalves) disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Nenzito (José Maria Gonçalves) disse...

Narciso às avessas: "Alter erguendo a morada dos homens e de tudo o que respira..."

Sandra Veneziani disse...

Olá, vim agradecer sua visita, carinho e atenção dados ao Toque. Aguardo sua visita novamente pra pegar o mimo que fiz pra você-San

RAFAEL H. LIZARAZO disse...

Hola, Moisés:

Que bueno sumergirse en un buen libro hasta ahogarse en sus renglones.

Un abrazo.

Eloah disse...

No fundo, nas vielas da alma, sempre haverá um alter erguendo a morada dos homens.Perfeito! Amei!Forte abraço Eloah

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Grato pela visita e comentários.

Seja feliz!

★MaRiBeL★ disse...

________☼♥/)_♥☼♥_____☼♥./¯"""/')
¯¯¯¯¯¯¯¯¯\)☼♥¯♥☼♥¯¯¯¯☼♥'\_„„„„\)

Hoy Sant Jordi es el día del amor, la amistad y la Cultura en Cataluña.
Gracias por su valiosa amistad y por tus bonitos comentarios.
★MaRiBeL★