quarta-feira, 14 de março de 2012

Voa, liberdade!

Imagem: adavid mendelshn


Voa!
Varre os ares desse azul sem fronteiras,
umbrais dos enigmas que devoram meu peito...


Moisés Augusto Gonçalves, in Fragmentos impertinentes

10 comentários:

Lasse disse...

Awesome picture !

Arnoldo Pimentel disse...

Assim ficará livre o caminho da paz.Parabéns poeta.

Berzé disse...

Beleza.
Abração!
Berzé

Eloah disse...

Livre, leve e solto.Lindo!
Dizer o quê diante deste momento? Belo!
Bjs Eloah

Maria Emilia Moreira disse...

A arte de dizer muito em poucas palavras. Fantástico!!!
Maria Emilia

Mercedes Vendramini disse...

Me aferro a esa escoba roja que vuela sobre el azul de tu imaginación.

Cariños!

Nenzito (José Maria Gonçalves) disse...

Voa, liberdade!

Moisés Augusto Gonçalves disse...

É muito bom recebê-los em meus jardins...!

Roberto disse...

gran belleza en tus letras
un saludo
Roberto

Márden Moreira de Carvalho.... disse...

Novos horizontes te esperam. Bem mais lindos!