segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Imagem: National Geografic

O futuro anda a passos largos em meu peito aberto,
passeia em meus cabelos agora grisalhos e coração lento.
Aponta em direção ao norte, bem no rumo das montanhas
e das verdades, não-ditas.
Não-agora que me espreita sorrateiro,
entoando a canção do encontro, não-marcado.

Subversivo de minhas agendas...

Moisés Augusto Gonçalves, in Fragmentos impertinentes

10 comentários:

Lasse disse...

Awesome picture !!Great work!

Nenzito (José Maria Gonçalves) disse...

O futuro caminha em nós.

Arnoldo Pimentel disse...

O futuro é onde estás nossas verdades, basta olharmos na direção certa.Parabéns.

Márden Moreira de Carvalho.... disse...

Um futuro de esperanças e poesia.

N.Duarte disse...

Como é bom e agradavel, sentir no intimo de nossa alma a expreção desta mensagem revelada de profundo sentimento... Parabéns...

atenciosamente;
arteshaver.blogspot.com

Eloah disse...

Tens razão poeta, o tempo faz com que o futuro aumente suas passadas.A sabedoria nos faz mais realistas, mas resta toda uma vida a nossa frente, sempre.
Tenhas dias suaves, doces e felizes.Bjs eloah

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Como cantava Maiakóviski:"É preciso arrancar alegrias ao futuro..."

ॐ Shirley ॐ disse...

Saudades dos seus versos tão lindos, Moisés. Beijo!

DALILA / TEKA disse...

Que bom poder participar do seu blog, com tantas coisas bonitas que vc publica. parabéns.

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Que bom recebê-la em meus jardins...