terça-feira, 29 de março de 2011

Vida

Prezadas e prezados,

É com imensa alegria que ofereço a todos e todas os versos de Pedro Rezende, 11 anos, que nos brinda  com sua poesia, carregada de encantos e profundidade.
Grande, Pedro! Que sua veia poética cante sempre os enigmas da vida...

Pedro Rezende
Sentimentos frios como a escuridão da lua
Misturados com a célula do cão vadio
E nosso olhar cinza para a lápide do nosso sol
Semelhantes às mentes ambiciosas do corrupto
Choros de crianças adormecidas no lençol
Caminhos nublados como as cinzas do charuto
Vulcões negros como o sangue do mendigo
Fumaça negra da chaminé da cabana
Olhos ameaçadores como os dos ditadores
Professores sem piedade como os dentes do aligátor
Espelhos alegres como o leme de um barco
Financeiramente desprezamos o mundo
Tristemente falo  dos medos de nosso cérebro

18 comentários:

L. disse...

Domínio inquestionável das palavras. Um poeta não se concretiza pela idade nem por qualquer características externas, mas pela profundidade que toca e instiga o pensamento daqueles que leem suas obras.. Parabéns!

Berzé disse...

O Pedro merece o espaço no "Depoisdemuitasluas".
Moisés mandei já meu telefone para seu email.
Remando nesses comentarios: 36537002
Abração!
Berzé

Shirley disse...

Parabéns, Pedro. Voce tem potencialidade, vá em frente! Beijinho.

Vinicius.C disse...

Boa noite!!

Perdoe minha pressa!
Venho deixar uma boa noite!

Volto com calma para ler com atenção seu texto!

Vinicius

Silenciosamente ouvindo... disse...

Foi um prazer que se tivesse registado no meu http://intemporal-pippas.blogspot.com e assim cheguei
ao seu, com muito gosto.
Tenho um blogue mais recente que é
http://sinfoniaesol.wordpress.com
no qual insiro muita poesia e de
outros blogues,com os devidos créditos. Gostaria de inserir esta
do Pedro, se tiver a devida autorização, basta deixar um comentário.
Bj.
Irene

Silenciosamente ouvindo... disse...

Muito obrigada amiga pela cedência.
Já inseri.
Beijinho
Irene

Cida disse...

Obrigado a todos pelos comentários. Irene, autorizo com maior prazer a publicação da minha poesia. E você Moisés obrigado por ter feito essa gentileza de colocar minha poesia no seu blog. Pedro Rezende

Controvento-desinventora disse...

Pedro,você já está pronto.
Que intensidade, que densindade poética!
Não desista jamais desse talento.
Parabéns!

Marcio Nicolau disse...

Pra mim, não se deve falar em potencialidade ou potencial. Esse jovem é uma potência!

valeria soares disse...

Tem talento, o garoto! Belo texto.

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Pedro é ficção! Não pode existir! Não é possível! Mas se como você afirma, ele existe, então é já um POETA FEITO, brilhando estrelamente. Seus versos são maduros, assim como seu coração, em tão tenra idade, já alcança o medo alheio.
Bravo, Pedrão!!!

'Júlia disse...

É incrível. Realmente é quase inacreditável que um menino de 11 anos tenha tanto domínio das palavras assim. Em suma, uma palavra: surpreendente!

Juliana Dias disse...

Que honra participar deste blog. Irei indicá-lo no meu site.

Querido,

Estou participando do concurso que vai eleger o escritor do prefácio do livro do cantor e compositor Leoni.

O livro chama-se “Manual de sobrevivência no mundo digital”.

Já escrevi o meu texto e o link é:

JULIANA DIAS ALBUQUERQUE

http://olivreiro.com.br/prefacio_leoni/prefacio/41


Não há a necessidade de cadastro e nem solicitar email ou senhas. É somente colar o link acima no navegador, ou ir direto no meu blog no último post, ler e se for do agrado votar. Somente isso. Os dez mais votados, passarão pela análise do cantor e o escolhido participará do livro final. A votação é até o dia 20/04/2011.


Conto com VC!


Grande beijo!

Tania regina Contreiras disse...

O Pedro jká é poeta! Que beleza...
Beijos,

Vivian disse...

Bom dia!!

Nossa!!É de um menino de 11 anos??!!
Impressionante a profundidade dos versos!!Quanto sentimento!!
Parabéns!!
*Obrigada pela visita!Seja Bem-Vindo!!
Beijos!!

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Agradeço a visita e comentários de todos e todas. Certamente, é um grande estímulo para que Pedro continue transformando a vida em poesia...

Djamar disse...

Pedrão, parabéns!

Pra quem duvida da existência dele,ele é brasiliense, mas mineiro de coração. Ele é fã do Jonhy Depp, do Maurício de Sousa ( inclusive tem uma foto com ele) e das histórias em quadrinhos do Tintin.
Ah! Ele ama mitologia e jogos de ação.

Sou tia-prima dele.

abração

Mailson da Nóbrega disse...

Pedro,
Fiquei impressionado com o manejo das palavras e a criatividade na descrição do ambiente. Você já é um talentoso poeta. Não pare. Crie mais.
Parabéns,