quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Beijado de dores...

Foto: Sebastião Salgado

Por que choras,
coração beijado de dores?
Quem roubou teu sorriso,
mãe lançada no chão das ausências sem cor,
do perfume do que se foi
e já não chega,
tragado por oceanos de injustiça?
Encosta tua cabeça em meu ombro e...
...chora...chora...chora...

Agora, levanta teu semblante de deusa guerreira:
na mão esquerda o estandarte tecido na noite das esperanças;
no peito, inscrito em dourado reluzente,
Dignidade!

Moisés Augusto Gonçalves, in Fragmentos impertinentes

12 comentários:

Bruno JP Teixeira disse...

post nota 10.

Abrçs.
Bruno JP Teixeira - O Portuga
============================
http://brunojpteixeira.blogspot.com/

María Susana disse...

soy argentina traduje tu poema mis felicitaciones gracias por estar enelsilenciolafelicidad.

uma pausa em teu gemido disse...

Muito lindo!!

Alma Inquieta disse...

Lindo o teu poema,

tens alma de poeta.

Um beijo.

Te sigo desde Portugal.

João Fialho disse...

Caro Moisés.
Gostei do poema.

Obrigado por seguir o meu blogue Photomics.

Saudações desde Portugal.

A Viagem disse...

Querido amigo linda postagem também quero um ombro para encostar a beça e chorar.
Um lindo final de semana .
Uma carinhoso beijo ,Evanir.
www.fonte-amot.zip.net

Dilman disse...

Bonito blog de grandes enseñanzas, tendré que aprender portugués.
Muchas gracias amigo!!!

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo.

Parabéns pelo belo poema!

Um abraço apertado.

Andri Alba disse...

Bonito tu blog. Volveré para leerte.

Un abrazo y gracias por seguirme.

Andri

3NRIQ3 SHANGÓ [R] disse...

Igual que María Susana traduje tu poema, me gustó... un saludo desde Chihuahua México amigo Brasileño =)
Ya sigo tu blog.

Rebecca disse...

hola Moisés,
un bello poema, gracias por regalarnos tus pensamientos hechos poesías
un abrazo^^

sei lá! disse...

Levanta-te guerreira, que a vida espera por ti..
As lágrimas abrem o caminho para a realidade que se chama VIDA!

Amei o seu poema! lindo.
Cumprimentos