sábado, 11 de setembro de 2010

Algo mais...

Coquetel de loucuras servido em taças de lucidez-menina.
Peitos no cio escalando desejos e sombras
de corpos molhados do beijo
que desertou do encontro;
perdidos no escárnio das gentes,
nus travestidos de virgens,
roubam a cena com suas alegorias
desvairadas de liberdade e audácia
- às vésperas das grandes núpcias -,
com suas verdades sem faces e ruas.

Moisés Augusto, in Fragmentos impertinentes

Nenhum comentário: