quarta-feira, 2 de junho de 2010

(aos 04 anos...)

Infância que viaja no tempo
O ainda-não deitando raízes
O-que-será ensaindo os primeiros passos
Menino de olhos molhados
sussurro sisudo batendo na porta
da memória
do agora
do peito aberto
rasgando a vida...

Moisés Augusto, in Depois de muitas luas

Nenhum comentário: