terça-feira, 3 de março de 2009

Diferença

O paredão daqui não é como o de lá.
Aqui,
encanto da vida fluindo;
Lá,
espanto de vida se esvaindo.
Aqui,
o aconchego das pedras,
o uivar do vento ninando a poesia;
Lá,
o arremedo, a saraivada de tiros,
a cova fria...


Moisés Augusto Gonçalves (Prof. Catatau)

Um comentário:

Caminhos do Sertão disse...

Ví um pensamento outro dia e gostei tanto que acho que decorei. Dizia mais ou menos assim: "O que é necessário para que o mal cresça, é que os homens de bens não façam nada" E é isto que os homens de bem estão fazendo - nada. Parabéns pelo poema.
Nenzito